Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesso à informação

As bolsistas do Programa Residência Pedagógica, Daiana Luiza de Sá e Clara Coimbra de Freitas Alves, alunas do curso de Licenciatura em Matemática, planejaram e desenvolveram atividades com material didático manipulável que teve como público alvo alunos dos 6º anos do Ensino Fundamental da escola-campo em que atuam – Escola Estadual Prof. Joaquim Rodarte.

O material didático utilizado foi o Círculo de Frações. O objetivo da atividade era trabalhar os conceitos de frações, frações equivalentes, soma e subtração de frações, além da tentativa de minimizar possíveis dificuldades e defasagens apresentadas pelos alunos nos conteúdos abordados e, ainda, possibilitar um momento de aprendizagem de maneira mais lúdica.

Inicialmente, a atividade foi planejada apenas para os alunos das turmas especiais de monitoria. No entanto, as bolsistas notaram um grande envolvimento dos discentes durante a atividade e, então, relataram para a professora regente das turmas, Lorena Cristina Teixeira Vieira, a qual solicitou às residentes que aplicassem a atividade em todos os 6º anos (A, B e C) no horário regular de aula.

A atividade foi desenvolvida em duas horas aula em cada 6º ano no horário regular de aulas e em duas horas nas monitorias, sendo, em cada um destes casos, uma aula para aplicação da atividade e outra para discussão e correção.

Segundo as bolsistas, “Os alunos gostaram bastante da atividade, se sentiram motivados, conseguindo compreender o conteúdo que estávamos trabalhando.”.

Quanto à experiência docente, as bolsistas destacam que “Para nós, essa atividade foi importante no sentido de enxergarmos mais possibilidades de atividades que podem ser desenvolvidas dentro da sala de aula. A atividade também nos possibilitou identificar dúvidas e dificuldades dos alunos e, assim, agora podemos trabalhá-las nas monitorias. Muitos daqueles alunos sentem bastante dificuldade em Matemática e, com essa atividade, foi possível ver que eles estavam olhando aquela ‘temida matéria’ de uma outra forma e, além disso, foi possível enxergar, em seus rostinhos, a alegria de estarem conseguindo realizar/ entender a atividade/ conteúdo”.

 



 
Para o topo.