Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesso à informação

Nos dias 23, 24 e 25 de maio, estudantes, servidores e comunidade externa puderam participar e apreciar apresentações musicais, teatrais, de dança, oficinas, atividades diversas que fizeram parte da III Jornada Cultural do IFMG – Campus Formiga.

Os estudantes dos cursos técnicos puderam fazer oficinas relacionadas às artes de dança, cinema, música, fotografia e arte natural relacionada à espeleologia.

As apresentações de dança feitas pelos estudantes foram abertas ao público, assim, como as apresentações teatrais e musicais. Na quarta-feira, dia 24, no Campus, se apresentou o grupo de Teatro Universitário da UFMG com a peça intitulada “A mala”, um alerta sobre o abuso sexual a crianças. Na noite do mesmo dia, na Praça São Vicente Férrer, a primeira apresentação foi da Orquestra Jovem da Emmel, na sequência, o Grupo de Teatro Maria Cutia encantou a todos com a peça “Como a gente gosta”, inspirada livremente na obra de Shakespeare, falando sobre seis amores.

Os alunos do Campus mostraram toda a sua capacidade no que compete à música. A Banda Diminuto, com integrantes, alguns do curso de Administração, Douglas Brito, Nanne Pineapple, Gustavo Bambirra e participação especial de Dyonis Faria, prendeu o público durante o almoço de quarta-feira; já o grupo BRS dos alunos do primeiro período de Engenharia Elétrica: Vitor Rodrigues, João Victor Costa, Alexandre Magno, Igor Costa, fizeram o público cantar junto as músicas sertanejas do repertório na noite de terça, durante o café da tarde na quarta e no almoço da quinta.

A noite de quinta foi abrilhantada pela apresentação da Banda Som e Arte, da cidade de Arcos, regida pelo maestro Gibran Mohammed Zorkot, que tem a participação de músicos formiguenses, todos na faixa etária de 14 a 20 anos.

Os estudantes dos cursos técnicos também soltaram a voz durante as apresentações no Show de Talentos, realizado na quadra da Escola Estadual Dr. Abílio Machado (Polivalente), que também teve duas belíssimas apresentações da canção “Trem Bala”, cantada e em Libras.

Ainda tivemos palestras relacionadas à Computação, Matemática, campeonato de ping pong e Guitar Hero, recolhimento de lixo eletrônico, exposições de trabalhos com diversos temas e mostra de filmes.

A coordenadora dos cursos de graduação, professora Mônica Lana da Paz, afirmou que a Jornada Cultural representou um momento de interação cultural. "A partir da Jornada identificamos em nossos alunos talentos diversificados. A Jornada Cultural proporcionou a todos os envolvidos no campus momentos de descontração com uma programação envolvendo arte, dança, música, entre outras atividades. Reunimos os talentos de nossos alunos somados a arte de outras equipes que nos visitaram e juntos vivenciamos três dias de movimentação cultural". 

Veja mais fotos e vídeos na página do Campus Formiga no Facebook.

 



 
Para o topo.