Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesso à informação

Em 15 campi, seleção dos cursos técnicos para entrada no 1º semestre letivo de 2021 ocorrerá por meio da análise do histórico escolar. Decisão foi tomada pelo Colégio de Dirigentes como medida de prevenção à pandemia de Covid-19.

 Após a decisão de adotar um novo sistema de seleção de candidatos para ingresso nos cursos técnicos, o IFMG divulga as regras que vão disciplinar a Avaliação de Desempenho Escolar do Processo Seletivo 2021/1 - 1ª oferta. Ao invés da aplicação de provas, será feita a análise do histórico escolar ou documento equivalente dos inscritos. Esse novo formato de seleção será adotado neste vestibular como medida de prevenção à pandemia de Covid-19.

Os estudantes interessados em ingressar nos cursos técnicos integrados ao Ensino Médio deverão providenciar, junto às escolas onde cursaram o Ensino Fundamental, documento que comprove o desempenho nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática no 7º e 8º anos. Já os candidatos que desejam entrar em um curso técnico subsequente deverão apresentar, no ato de inscrição, documento contendo as notas em Língua Portuguesa e Matemática do 1º e 2º anos do Ensino Médio. A classificação será processada a partir da média simples das notas obtidas nas duas disciplinas. Para os cursos avaliados por meio de conceitos, foi criada uma tabela de equivalência, que pode ser consultada aqui.

 

Documentos válidos obrigatórios para a inscrição, de acordo com a Comissão Permanente de Vestibulares e Processos Seletivos (Copeves):

• Histórico Escolar;
• Comprovantes oficiais de exames de certificação de competências ou de avaliação de jovens e adultos (Encceja), boletim/extrato de resultado ou outros documentos oficiais que comprovem a conclusão do Ensino Fundamental para os cursos Técnicos Integrados e Ensino Médio para os cursos Técnicos Subsequentes (desde que apresentem as notas obtidas no Ano avaliado ou Ano correspondente).
• Declaração escolar, desde que conste as notas obtidas em Língua Portuguesa (ou Português) e Matemática ao final do 7º e 8º Anos do Ensino Fundamental, ou Ano/Série correspondente, para os cursos Técnicos Integrados e as notas obtidas em Língua Portuguesa (ou Português) e Matemática ao final do 1º e 2º Anos do Ensino Médio ou Ano/Série correspondente, para os Cursos Técnicos Subsequentes. Clique aqui e confira o modelo de declaração.

 

A Copeves alerta sobre a importância de os candidatos se informarem corretamente e já começarem a solicitar os documentos em suas escolas de origem (que exigem um prazo para emitir documentos). Fazendo a solicitação antecipadamente, quando as inscrições forem iniciadas, no mês de dezembro, o candidato já terá em mãos a documentação emitida pela escola.

Primeira oferta

Dos 18 campi do IFMG, 15 vão aderir a esse processo seletivo: Arcos, Bambuí, Betim, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Formiga, Governador Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabirito, Ouro Branco, Piumhi, Ponte Nova, Ribeirão das Neves e São João Evangelista. Já os campi em Ouro Preto, Sabará e Santa Luzia farão a oferta de vagas posteriormente, em modelo ainda a ser definido, assim como as datas.

A oferta do ensino técnico envolve duas modalidades: o curso integrado ao Ensino Médio é para alunos que acabaram de concluir o Ensino Fundamental; já a modalidade subsequente, também chamada de pós-médio, é voltada para quem deseja uma formação técnica, mesmo já tendo terminado o Ensino Médio.

 

O edital contendo detalhes mais específicos sobre a Avaliação de Desempenho Escolar será divulgado em breve, assim como o cronograma do processo e as informações sobre o ingresso referente aos cursos de graduação, cuja seleção segue baseada nas notas do Enem.

Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. E, na próxima quinta-feira, 19 de novembro, às 19h, será realizada uma live no YouTube para falar sobre as regras do Processo Seletivo 2021. Participe!

 



 
Para o topo.