Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesso à informação
Image without alternative text

O curso de verão “Tópicos especiais em inovação", com duração de 4 horas, foi oferecido para todos os alunos dos cursos de Licenciatura em Matemática, Bacharelado em Administração e Tecnologia em Gestão Financeira no dia 13 de fevereiro.

A atividade foi ministrada pelo professor da área de Gestão, Marco Túlio Dinali Viglioni, com o objetivo de possibilitar o entendimento do que é Ciência e Inovação e como é formada a tecnologia. Segundo o professor, “o tema tem sua relevância, uma vez que vivemos em uma sociedade cada vez mais voltada para o desenvolvimento de novas tecnologias e da inovação, assim, é necessário entender como a tecnologia e a inovação são formadas”.

Marco Túlio relata que o curso foi dividido em 04 tópicos. “O primeiro foi voltado para o entendimento do que é ciência e qual a sua importância para a formação de tecnologia e inovação. O segundo tópico, aborda de maneira resumida, o livro de Donald E. Stokes, explicando o papel fundamental entre a interação da ciência básica e aplicada na formação de tecnologia, assim como, o papel da interação entre o Estado e as Universidades/Empresas no desenvolvimento de tecnologia e inovação. O terceiro busca entender a diferença entre Invenção e Inovação, assim como os tipos de inovações. Por fim, o quarto tópico, demonstra a razão de muitas empresas não conseguirem manter a capacidade de continuar inovando, assim como, quais estratégias deveriam ser adotadas para se manter a inovação”, detalha o professor.

O professor conta que o minicurso foi interativo. Os alunos participaram por meio de perguntas, expressando suas experiência e dúvidas no que diz respeito à inovação e às tecnologias. Ele afirma ainda que o curso poderá ser realizado novamente em novas datas voltadas para eventos do IFMG.

Marco Túlio Dinali Viglioni é professor substituto no IFMG - Campus Formiga e doutorando na Universidade de Federal de Lavras (UFLA), na área de administração. Atualmente pesquisa o desempenho em Inovação em economias emergentes.



 
Para o topo.