Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Image without alternative text

Na tarde do dia 29 de novembro esteve no Campus Formiga a enfermeira Larissa Martins Santos, coordenadora do Núcleo de Educação Permanente do SAMU para ministrar treinamento específico para a “Comissão de assistência ao aluno e servidor em situações de urgências e emergências médicas" e palestra a todos da comunidade acadêmica sobre procedimentos e condutas importantes a serem tomadas em casos de urgência e emergências médicas que ocorram nas dependências da instituição.

No treinamento a enfermeira repassou informações sobre primeiros socorros que devem ser realizados até que o SAMU chegue ao local como: o que fazer em situações de engasgo, parada cardiorrespiratória, desmaios, quedas, picadas de animais peçonhentos, etc. Foi disponibilizado à referida comissão, equipamentos para simular situações de socorro para a manutenção da vida de crianças e adultos/idosos até que o socorro especializado esteja presente.

Na palestra as informações foram sobre qual é o trabalho da equipe do SAMU, como entrar em contato, quais as demandas são resolvidas pelo referido serviço, além de respostas às dúvidas dos participantes.

A servidora Josiane da Silva Rosa, presidente da Comissão do Programa de Qualidade de Vida no Trabalho e membro da Equipe de Gestão de Pessoas e Auditoria Interna do campus, falou sobre a importância do treinamento e da palestra. "O intuito foi orientar a todos sobre como é o trabalho do SAMU, quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência deverá ser acionado e o que pessoas leigas podem fazer para auxiliar ou impedir agravos no quadro de saúde de pessoas que estejam precisando de socorro. É de suma importância que todos saibam como agir durante situações de urgência e emergência, pois cada segundo é importante quando se trata de salvar vidas!"

O SAMU disponibiliza atendimento por telefone e há um médico de plantão que dá orientações e passo a passo para que o leigo possa socorrer qualquer pessoa que esteja em situações críticas. O médico permanece em contato com o socorrista por ligação telefônica até que a equipe do SAMU chegue ao local, dando maior segurança para as pessoas que estão realizando o socorro.



 
Para o topo.