Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesso à informação

Documento que envolveu participação da comunidade acadêmica reúne informações para o planejamento do IFMG pelos próximos cinco anos

 

Com vistas a consolidar uma posição de excelência na oferta de educação pública de qualidade e contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do país, especialmente nas regiões onde atua, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) acaba de concluir a elaboração do seu novo Plano de Desenvolvimento Institucional, o PDI. O documento, aprovado pelo Conselho Superior no dia 23 de agosto, por meio da Resolução nº 26/2019, define os caminhos a serem percorridos pela Instituição nos próximos cinco anos, por meio de direcionamentos que envolvem todas as áreas e unidades administrativas.

“Trabalhar na construção de um novo PDI envolveu um trabalho intenso, no qual se buscou uma articulação institucional entre as áreas e os campi, a fim de fortalecer a identidade do IFMG e a otimização de seus recursos. Foi uma ação muito bem coordenada pela Diretoria de Desenvolvimento Institucional, que envolveu toda a nossa comunidade acadêmica, as pró-reitorias e diretorias, os 18 campi, nossos alunos e servidores. O documento que aprovamos será fundamental como referência para a tomada de decisões, é onde foram reunidas as contribuições que ajudaram a definir os caminhos que vamos percorrer nos próximos anos”, declarou o reitor Kléber Gonçalves Glória.

Desenvolvimento e elaboração

Iniciada em julho de 2018, a execução do PDI foi realizada ao longo de 13 meses e dividida em quatro fases: preparação; consultas e diagnósticos institucionais; planejamento estratégico; fechamento e divulgação. Foram criadas 14 comissões e estabelecida a equipe executora para que a metodologia de elaboração fosse colocada em prática. Nesse desenvolvimento, uma das etapas essenciais envolveu a definição da nova missão, visão e valores do IFMG, apresentados no capítulo 2 do documento.

Outra parte importante diz respeito ao Projeto Pedagógico Institucional (PPI), que integra o capítulo 5, no qual foram descritos os princípios, as políticas e as diretrizes para os três pilares de atuação do IFMG: o ensino, a pesquisa e a extensão. Adicionalmente, o PPI também contempla os direcionamentos para as políticas estudantis. A missão, visão e valores do IFMG, juntamente com o PPI constituem a espinha dorsal do PDI e servem de referência para um conjunto de estratégias em diferentes áreas, como, por exemplo, o plano de oferta de cursos.

Dividido em 16 capítulos, o documento traz ainda o perfil institucional, com as áreas de atuação acadêmica do Instituto; informações sobre a inserção regional; organização administrativa; estratégias estruturantes para o ensino, pesquisa, extensão e políticas estudantis; planejamento das unidades; panorama e perspectivas para a educação a distância; organização e gestão de pessoas; infraestrutura; desenvolvimento institucional; tecnologia da informação; comunicação; internacionalização; administração e planejamento; além do acompanhamento e avaliação do que deverá ser implementado até 2023.

Para promover engajamento com o desenvolvimento do PDI, o IFMG inovou propondo a dinâmica “Game of Campi”. Numa plataforma virtual, a comunidade acadêmica pôde participar de uma consulta pública, que funcionou de modo semelhante ao Facebook. Servidores e alunos puderam postar ideias, fazer comentários e avaliar os conteúdos publicados. Mais de 12 mil interações foram registradas. Os posts que alcançaram mais curtidas receberam prêmios revertidos em benefícios para os campi.

Comissão de acompanhamento

Servidora da Diretoria de Desenvolvimento Institucional da Reitoria, Camila Barbosa dos Santos explica que, além de todas as etapas que compuseram a metodologia do processo de elaboração, o IFMG vai constituir também uma comissão que fará o acompanhamento das ações previstas no PDI. “O monitoramento das metas e objetivos, o alcance dos resultados e a entrega dos serviços passarão a ser acompanhados. Essa metodologia irá permitir que as revisões possam ser adequadamente realizadas, contribuindo para a melhoria institucional”, afirma.

Além disso, por meio da Plataforma ForPDI, que em breve será disponibilizada aos servidores pela internet, os indicadores atrelados às estratégias serão acompanhados periodicamente, de modo que o cumprimento de metas e objetivos fiquem em constante atualização. “Os ajustes que surgirem nos próximos cinco anos irão decorrer dos mecanismos de acompanhamento e comunicação e serão conduzidos pela comissão que irá monitorar a execução do PDI”, completa Camila.

 

Clique para fazer o download do PDI na íntegra. 


Mais sobre o processo de construção na página do PDI



 
Para o topo.